Olá,
Queridos leitores!

Que tal conhecer um pouco mais sobre o livro que estamos sorteando?
Se não convenci pela resenha, acredito que as quotes podem convencê-los.
Têm dúvidas? Então vejam por si mesmos rs.







Mas esse é o problema.” Clary disse, “Quando você ama alguém, você não tem uma escolha.” ”O amor tira suas escolhas.



Eu nunca senti que eu pertencia a qualquer lugar. Mas você me faz sentir que eu pertenço.



 “Quando você realmente ama alguma coisa, nunca tente conservá-la do mesmo jeito para sempre. Precisa deixá-la livre para mudar.


 “(…) Era como se houvesse uma bolha de dor ou arrependimento que morava dentro do coração dele, e quando ele queria dizer alguma coisa, qualquer coisa, que parecesse significativa ou verdadeira, a bolha se erguia e sufocava as palavras.


 “Porque tenho que te contar tudo sobre como me sinto se você nunca me conta nada? É como dar com a cabeça na parede, só que, se pelo menos eu estivesse batendo com a cabeça na parede, poderia parar.


 “Bem, eu não vou beijar o mundano.” Disse o Jace. “Prefiro ficar aqui para sempre e apodrecer.”
“Para sempre?” Disse Simon. “Para sempre é muito tempo.”
Jace ergueu as sombrancelhas.
“Eu sabia.” Disse ele. “Você quer me beijar, não quer?



Gostaria de conseguir odiá-la […] Quero odiar. Tento odiar. Seria muito mais fácil se odiasse. Às vezes acho que odeio, e depois quando te vejo eu…” 
- Jace

 Crescer acontece quando você olha para trás e percebe que há coisas que gostaria de poder mudar.
- Clary Fray








Ela sentiu a fricção de seus lábios, primeiramente leves, e ela mesmoa automaticamente abaixo da pressão. Quase contra sua vontade, ela sentiu a si mesma fluída e maleável, se esticando acima para entrelaçar seus braços ao redor do pescoço dele do modo como um girassol em direção à luz. Os braços dele escorregaram aoo redor dela. Suas mãos tocando seus cabelos e o beijo deixou de ser gentil e se tornou ardente, tudo em um simples momento como um pavio queimando até uma labareda.” 




 “Ela deixou ele virá-la e olhou acima para ele. Seus olhos estavam muito escuros, talvez por causa da luz fraca na Corte, talvez por causa de algo mais.


E então, o que me dizem?

Se gostaram, não percam tempo e participem da promoção para conferir isso aí tudo de pertinho, acompanhando cada detalhe da estória!

Beijos *-* E até a próxima!


4 Comentários

  1. Ataque cardíaco fulminate por culpa desses quotes *o*
    Eu adoro esse livro, adoro esse capítulo da Corte Seelie, adoro o Jace *suspiro*

    Vi que vc está lendo Cidade de Vidro. Não deixe de ler o próximo, Cidade dos Anjos Caídos, também é incrível, lindo, tem bastante Jace pra gente ;D

    Parabéns pelo post! Amei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. EU ESTOU VENDO A LUZ! Alguém, por favor, chama o SAMU? Tem uma garota morrendo de curiosidade aqui!
    Eu PRECISO ganhar esse livro!
    *-*

    ResponderExcluir
  3. Uau! adorei todos os quotes!
    ainda nao li o livro 2 desta serie, mas lerei muuuito em breve, aidna mais agora q vc me deixou com gosto de quero mais haha
    beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei os quotes, Ju.
    Todas essas frases ficam na cabeça da gente durante todo o livro. Teve uma parte do livro que eu simplesmente AMEI.

    "- O que a faz pensar que a mudança de planos do Valentimteve alguma coisa a ver com seu irmão?
    - Porque - disse Clary com total certeza - só Jace pode irritar alguém tanto assim."
    (Página 296, § 6 e 7)

    ResponderExcluir

Já que leu a postagem, por que não comentar? Ficaríamos muito felizes ao ler sua opinião sobre o que foi escrito. Caso tenha um blog, deixe o link abaixo do seu comentário que retribuiremos assim que for possível =)